Ouça a Rádiorádio e noticia A Rádio no Celularrádio e noticia

PUBLICADO EM 17-05-2018 09:35

Partidos, MP e OAB podem acompanhar desenvolvimento dos sistemas das Eleições 2018

Desde o dia 6 de abril, programas de computador que serão usados no pleito deste ano estão abertos, na sede do TSE, para análise e verificação

Em cumprimento à legislação eleitoral, desde o dia 6 de abril, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza aos partidos políticos e a diversas instituições, para fins de fiscalização e auditoria, acesso aos programas de computador que serão utilizados nas Eleições 2018. Os softwares podem ser analisados e verificados de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h, em uma sala montada no subsolo do edifício-sede do Tribunal, em Brasília.

Podem ter acesso antecipado às fases de especificação e desenvolvimento dos códigos-fontes dos softwares representantes das legendas partidárias, dos departamentos de Tecnologia da Informação de universidades e das seguintes instituições: Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público, Supremo Tribunal Federal (STF), Congresso Nacional, Controladoria-Geral da União (CGU), Polícia Federal, Sociedade Brasileira de Computação e Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

Segundo Elmano Alves, assessor da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE, a abertura dos softwares “atende a um dos principais pilares das eleições: dar total transparência ao sistema eleitoral desenvolvido pela Justiça Eleitoral”. Ele observa ainda que “é fundamental a participação da sociedade civil e, principalmente, dos partidos políticos no processo, que, infelizmente, tem baixa adesão”.

Elmano destaca que, com o avanço da comunicação via Internet, especialmente mediante as redes sociais, têm surgido muitas notícias falsas sobre fraudes e vulnerabilidades no sistema eletrônico de votação. “É muito importante a participação dos partidos, que são os grandes interessados em fazer a fiscalização e desmistificar as inverdades. É uma oportunidade para que eles possam acompanhar e confirmar que o sistema é seguro”, completa.

O acesso antecipado aos programas de computador das eleições está previsto na Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) e na Resolução-TSE nº 23.550/2017.

Cerimônia de lacração

Depois de concluído o desenvolvimento dos softwares, o TSE realiza, em setembro, a Cerimônia de Assinatura Digital e Lacração dos Sistemas. No evento, que é aberto ao público, os programas de computador são apresentados, compilados e assinados digitalmente pelo presidente e diretores do Tribunal e, caso queiram, pelos representantes dos partidos políticos e das instituições para as quais é concedido acesso antecipado.

A Lei das Eleições prevê a realização dessa cerimônia como forma de demonstrar a segurança e dar credibilidade à versão final dos programas computacionais utilizados na eleição. A lacração encerra a fase de compilação dos códigos-fonte que compõem o sistema eletrônico de votação. A assinatura digital, por sua vez, assegura que não haverá modificação no software da urna, comprovando a autenticidade e a integridade do programa oficial final gerado pelo TSE.

O evento consiste na instalação, compilação (transformação dos códigos-fonte em arquivos executáveis) e assinatura digital dos programas que serão utilizados nas Eleições 2018. Depois, os arquivos digitais dos sistemas são salvos em mídias não regraváveis e assinados digitalmente. Após receberem as assinaturas digitais, eles são lacrados fisicamente. Uma cópia é armazenada na sala-cofre do TSE, e outras 27 são encaminhadas aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Fonte: TSE


Ultimas Notícias

Resultado do Sisu pode ser consultado pela internet

PGR defende ação penal pública para estupro seguido de morte mesmo que não haja representação

STF retoma hoje julgamento sobre validade da condução coercitiva

Guardia diz que economia já se recuperou após greve dos caminhoneiros

Audiência pública: MPF debate educação com índios Tumbalalá na Aldeia Pambu, em Abaré (BA)

TV PLANETA

Copyright © 2014 Planeta Agora
Todos os direitos reservados